Armando, o pombo mais veloz do mundo, é vendido por mais de 5 milhões de reais

.

Um pombo-correio foi vendido por 1,25 milhões de euros, cerca de R$ 5,3 milhões

Conhecido como Armando, o animal é campeão de corridas e foi descrito como “o melhor pombo belga de longa distância de todos os tempos”, segundo a casa de leilões Pigeon Paradise (Pipa).

Armando também é conhecido como o “Lewis Hamilton dos pombos”, em referência ao piloto de Fórmula 1 que foi cinco vezes campeão mundial.

O pombo-correio é reconhecido por vencer repetidas vezes. Inclusive, ele venceu as últimas três corridas nas quais competiu, disputadas no Campeonato de Pombos Ace 2018 e na Olimpíada de Pombos 2019.

O esporte disputado por Armando é chamado de columbofilia, que nada mais é que a prática da criação, seleção e cultivo de pombos-correio para competição. De acordo com o presidente da associação local de entusiastas de pombos, Fred Vancaillie, Armando é um dos melhores pombos da história do esporte.

Segundo a Pipa, antes de Armando ser colocado à venda, o recorde de venda era de 376 mil euros — cerca de R$ 1,6 milhão. Em entrevista à BBC, Nikolas Gyselbrecht, CEO da Pipa, conta que quando uma pessoa no leilão fez o lance de mais de 1 milhão de euros “foi surreal, algo de outro mundo”. Para se ter ideia, o preço padrão de um pombo de corrida é de 2,5 mil euros, segundo Gyselbrecht.

Apesar de suas inúmeras vitórias, Armando vai ser aposentar das competições aos cinco anos. De acordo com Gyselbrecht, é provável que os novos donos usem o animal para reproduzir futuros pombos campeões.